CUIDADOS COM A SERRA DE BANCADA

Seja você um hobbista ou um profissional, você precisa se precaver.

Acidentes com serra de bancada são potencialmente lesivos, e podem até levar à morte. Veja como evitá-los.

Já fizemos uma lista de EPI’s essenciais para você que costuma fazer trabalhos domésticos, mas algumas ferramentas requerem cuidados especiais. A serra circular de bancada é o tipo de ferramenta de alto nível, para profissionais ou hobbistas bastante engajados. Ela permite cortes retos e precisos com uma velocidade incrível. Mas, se usada incorretamente, pode se tornar a maior vilã da sua oficina. Para evitar isso, basta ter alguns cuidados simples:

1- MANTER A COIFA PROTETORA

Essa pequena capa no topo da máquina serve para te proteger de cair com o corpo ou com as mãos em cima da serra. Alguns modelos permitem a colocação de cadeados, evitando que a serra seja usada por crianças, por exemplo. Muita gente tira essa proteção por considerá-la inconveniente. Acho que acabar com um talho no meio da cara é o maior dos inconvenientes.

2- INSTALE UM DISJUNTOR

É muito comum que o operador monte sua própria serra de bancada, adaptada às suas necessidades. É importante colocar um disjuntor adequado para proteção elétrica, de preferência do tipo DR (Disjuntor Residual), que evita choques.

3- INSPECIONE O DISCO DE CORTE

Discos de corte usados a exaustão podem apresentar fadiga do material, rachaduras ou dentes quebrados. Deve-se inspecionar o disco antes do início de cada trabalho, sempre com o disjuntor desligado, e em caso de constatação de irregularidade, ele deve ser trocado. Devido a alta rotação do motor, caso o disco  se quebre durante o corte, pode virar uma verdadeira bomba.

4- UTILIZE A MADEIRA CORRETA

Muita gente não sabe, mas serras de bancada são feitas para corte de chapas planas, e não para madeiras cilíndricas. O uso incorreto por resultar num “ricochete” violento.

5- USE O EMPURRA PAU

Pois é, o nome é esse mesmo, “empurra pau”. Nada mais é do que um suporte, um apoio para empurrar a madeira contra o disco de corte. Ela evita que você exponha os dedos ao risco de corte, e mesmo que a madeira trave e ricocheteie, seus dedos ficam longe do disco. Existem modelos de plástico, como o da foto, mas pode-se facilmente construí-lo em madeira. Afinal, madeira é contigo mesmo, não é?

Além desses, podemos citar os cuidados mais triviais, como não trabalhar em lugares molhados, usar óculos de proteção, manter o ambiente limpo e organizado, apoiar a bancada em local seguro, etc, etc, etc. São cuidados simples, mas que garantem longevidade aos dedos. Caso queira ver o resultado do descuido com serra de bancada, desça a página até o final (PS.: IMAGEM FORTE).

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Melhor evitar, não é mesmo?

Bons cortes! (de preferência, na MADEIRA!)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s