COMO CORTAR O CHARUTO?

Será que você faz realmente o “certo”?

Confira nossas dicas, tanto para iniciantes quanto para os mais experientes.

O corte do charuto faz parte do ritual de fumar charuto, e parte do prazer de se degustar um bom charuto está no ato de cortá-lo. Via de regra, não existe UM jeito certo, e tampouco um jeito errado, mas conhecer métodos de corte diferenciados e aprender com base na experiência dos outros, com certeza irá ajudá-lo a encontrar o SEU melhor jeito.

Existem basicamente 3 métodos de se “abrir” o charuto:

1- Corte reto: É o corte que se faz com um cortador do tipo guilhotina, de 1 ou mais lâminas. Existe uma enorme variedade de modelos para esse tipo de corte, e provavelmente é o único método que exige um pouco mais de firmeza e habilidade de quem corta.

2- Corte em V: Pode-se dizer que é uma variação do corte reto, mas com uma lâmina em V, que proporciona um resultado diferente. Esse tipo de corte é bastante fácil, pois basta encaixar o charuto e abaixar a lâmina, não depende muito do “jeito” de quem está cortando.

3- Corte em “furo”: Existem cortadores cilíndricos com diferentes “bitolas”, ou seja, com pouca ou com mais abertura, que abrem um furo perfeito no charuto. A maior vantagem desse método, é que o fumante pode escolher a abertura do furo que deseja, e ela sairá perfeita, independentemente da habilidade do mesmo. Fumantes mais “old schooll” utilizam o próprio palito de fósforos para fazer esse furo.

Agora, qual método é o melhor? O SEU! A única ressalva que colocamos aqui é para o corte reto, com cortador do tipo guilhotina. Não se deve exagerar no corte, pois além de abrir demais o charuto, ele pode acabar literalmente desenrolando na sua boca:

Ou seja, é preciso um pouco mais de destreza do fumante. Uma dica interessante para se alcançar um bom corte, é apoiar o cortador sobre uma mesa ou uma superfície plana, encaixar o charuto e então cortá-lo. Assim limita-se a profundidade do corte, e evita-se que o corte saia exagerado.

Agora o negócio é testar, experimentar, ERRAR de vez em quando e, por fim, encontrar o seu melhor jeito.

Boas baforadas!

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s